DOCTYPE HTML PUBLIC "-//W3C//DTD HTML 4.01 Transitional//EN"> Programa de Pós-graduação em Ciência e Tecnologia de Sementes





   
  LANÇADO EDITAL PARA SELEÇÃO - MESTRADO ACADÊMICO E DOUTORADO

 

CLIQUE AQUI


  SELECIONADOS PARA MESTRADO ACADÊMICO

 

CLIQUE AQUI

  SELECIONADOS PARA DOUTORADO

 

CLIQUE AQUI


  ATENÇÃO: Em breve este site mudará de endereço para

 

http://wp.ufpel.edu.br/ppgcts/



 

HISTÓRICO E CONTEXTUALIZAÇÃO DO PROGRAMA

 

O Programa de Pós Graduação em Ciência e Tecnologia de Sementes visa, essencialmente, a capacitação na área de sementes para que os profissionais formados possam atuar, com o que há de mais avançado da área, nos assuntos vinculados à tecnologia da produção, sem esquecer os aspectos científicos do conhecimento moderno que estão vinculados.

As atividades na Área de Sementes da Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel (FAEM) pertencente à Universidade Federal de Pelotas (UFPel), iniciaram na década de 1960, com oferecimento de cursos de curta duração em Produção e Tecnologia de Sementes. Esta iniciativa foi resultante da qualificação, no exterior, de professores, inicialmente na Universidade da Califórnia-Davis, com ênfase em sementes de hortaliças e posteriormente, na Universidade Estadual do Mississipi (Mississippi State University - MSU). O retorno desses professores, com nível de Mestrado, no exterior, especialmente na MSU, possibilitou que ações referentes aos cursos fossem incrementadas, em treinamentos específicos relativos à produção de sementes de diversos cultivos e tecnologia pós-colheita de sementes, levando à criação do Curso de Mestrado Acadêmico em Tecnologia de Sementes, em 1974. Em 1985, com o propósito de melhorar a sua inserção no setor produtivo latino-americano, a Universidade Federal de Pelotas (UFPel) criou o Curso de Especialização em Ciência e Tecnologia de Sementes, inovando com a modalidade de oferta por tutoria à distância.

Em 1991, a Área de Sementes inovou novamente criando o Programa de Doutorado, o primeiro na Universidade Federal de Pelotas, marco inicial de mudanças substanciais, aprofundamento científico e de maturidade profissional, na instituição.

O Programa na busca de inovar e contribuir com os profissionais da área de sementes criou, em 2001, o Mestrado Profissional, objetivando atender aos profissionais altamente engajados com o setor produtivo, qualificando-os e estendendo seu período de comparecimento dentro da academia, propiciando a oportunidade de ampliar a formação.

O Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia de Sementes compreende Cursos Stricto Sensu (Doutorado, Mestrado Acadêmico e Mestrado Profissional) e Lato Sensu (Especialização em Ciência e Tecnologia de Sementes). Até o presente momento foram qualificados 790 profissionais nos níveis mestrado acadêmico, Mestrado Profissional e Doutorado, além de 2.035 especialistas em Ciência e Tecnologia de Sementes de diversos paises da América do sul.


 
 
Parceiros